segunda-feira, 30 de junho de 2008

Vinho Regional Beiras 2006 (Portugal)


Esse vinho da Adega Cooperativa Silgueiros é um corte de 30% touriga nacional, 30% aragonês, 30% jaen e 10% afrocheiro. Um vinho curioso. Cada vez que o compro ele tem um sabor diferente, mas devo dizer: NUNCA É RUIM. Um vinho barato (R$10,90 no Ultra - RJ) que surpreende. Me foi recomendado certa vez lá em Petrópolis por um português e eu, achando que estava fazendo propaganda de seu país, não o levei em consideraçnao e passaria ainda mais algum tempo entre os vinhos chilenos (mais caros) antes de resolver prová-lo. Mas o portuga estava certo, o fruto da terrinha era bom mesmo. Dessa última vez, estava com um delicioso e nostálgico aroma de madeira que me lembrava a acolônia de férias que certa vez visitei em minha infância. Talvez desagradasse algumas pessoas, mas não era uma madeira comum, maquiagem de tantos vinhos que por aí provamos. Era algo mais fresco, como recém cortada; cheiro e sabor de marcenaria(!). Junto um aroma e gosto herbácio agradável. Seus 12% de álcool são, como esperado, imperceptíveis. De todas as vezes que o provei, essa foi a melhor. Vinho simples e fácil. Quatro taças com menção honrosa.

Um comentário:

Vinho para Todos disse...

Fernandes,

me parece que o DUETTO PINOT NOIR SHIRAZ 2006 tem proposta diferente. Pretende ser mais refrescante que os tintos "normais", aproximando-se um pouco de um pinot noir, mas com características um pouco diferentes no tocante aos aromas e final de boca.

Sem forem experimentá-lo, livrem-se de pré-concepções e não o comparem com outro, até porque esse corte é inédito (pelo menos pra mim).

Saúde!!