terça-feira, 1 de julho de 2008

Two Oceans Pinotage 2006 (África do Sul)


Estava curiosíssimo para provar o meu primeiro pinotage. Havia comprado há mais ou menos um mês essa garrafa (R$16,90) e esperava uma boa oportunidade para a estréia. Não me decepcionei. A uva que é um cruzamento da pinot noir com a cisnault (que na África do Sul foi chamada de hermitage) é interessantíssima e peculiar. Havia até lido que essa cepa era "ame ou odeie", mas logo discordei dessa bipolaridade. Talvez nesse primeiro momento não tenha se tornado a minha uva favorita, mas confesso que ela ganha um destaque especial para mim. Seus aromas apareceram melhor após o decante (impressionante como essa coisa de decantar o vinho o transforma - postarei sobre decanteres ainda). Surgiram então as costumeiras e deliciosas frutas escuras acompanhando a cor fechada e brilhante do vinho. Lacrimoso. Devido aos seus 13,5% de álcool, o "choro" é constante. Na boca o mais interessante, traz algo de novo (para quem nunca experimentou a uva), a tal "fumacinha". A sua persistência é ótima e o gosto que você identificará como defumado fica presente na parte final da língua.
Certamente devem haver pinotages mais exuberantes, mais elaborados do que o Two Oceans, mas se a primeira impressão é a que fica, essa de fato marcou.
Só não darei as 5 taças porque estas ficarão guardadas para o que pode vir a ser O Pinotage. Caso Este não apareça, confiem, remarco este vinho sem problema algum.

3 comentários:

Colheita de Vinhos disse...

Oi

Ainda não provei nenhum pinotage ... valeu pela dica!

Abraços,

Guilherme

Vinho para Todos disse...

Confrades,

Chegamos a 17 vinhos comentados para a “Confraria Brasileira de Enoblogs”, que recebeu novas adesões nos últimos dois meses.

Respeitando nosso democrático rodízio, gostaria de indicar o blog DIÁRIO DE BACO para fazer a indicação do vinho do mês de AGOSTO (postagem no dia 1º).

Para mostrar independência ainda maior, quero sugerir que programem a postagem para as 8:00 h, para que todos os comentários entrem no ar ao mesmo tempo. Isso, claro, demandará uma degustação prévia, de modo que o blog que indicar o vinho do mês tenha que fazê-lo com maior urgência.

Lembrando nossas regras (não muito rígidas, claro):

- vinhos que custem até $40
- fáceis de encontrar em qualquer lugar do Brasil
- preferência aos brasileiros

Saúde a todos!!!

VPT

O mundo de Baco disse...

Tambem tinha a curiosidade de conhecer esta uva, e encontrei este vinho, porém paguei um pouco mais caro R$ 18,90, na Safra 2007, realmente me surprendeu, pior não o encontro mais, o apreciei em 27/08, logo depois de o haver comprado
Achei interessante "a fumacinha", realmente define bem a sensação do
defumado