terça-feira, 15 de julho de 2008

Valpolicella Cantine di Ora 2003 (Itália)


Esse vinho é a prova de que vinho barato pode ser muito bom. Dias antes eu havia o mostrado a um amigo através de um encarte de mercado e quando este olhou o preço (R$ 10,90) indagou, "Por esse preço?? Deve ser horrível". Eu não havia experimentado, mas por esse preço valia à pena. Comprei e deixei para a hora do queijos e vinhos. Agradou e muito. Meu primo cervejeiro (aquele mesmo), aliás, já está ficando enófilo, bebeu, gostou e soltou, "deixa um gosto de toucinho, né?". Rimos. Bebi mais e notei que sim, deixava um certo gosto de defumado na língua. Menor que o pinotage, mas deixava. Sem falar na sua leveza. No copo um vinho claro, um pouco pálido já pelo tempo e poucas lágrimas devido ao álcool baixo (12%). Seus aromas lembravam frutas vermelhas (amora), baunilha, madeira. Tudo equilibrado. Na boca taninos quase ausentes, frutas, "toucinho" (rs) uma ervinha lá no fundo, sei lá, algo verde.

Ah sim, o final da história. Aquele amigo lá de cima chegou. Sem que soubesse de que garrafa era ofereci uma taça a ele. "Muito bom!" Questionei, "sabe que vinho é?".
"Não", respondeu. Mostrei a garrafa. Ele se rendeu. De fato, era possível comprar bons vinhos a preços baixos.

Um comentário:

Avaliador de Vinhos disse...

Você comprou este vinho onde?

Em supermercado?

Qual?